Preço da energia irá subir em novembro

Preço da energia irá subir em novembro

by Rafaella Prado, 08/11/2016

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) publicou no seu site que a bandeira tarifária do mês de novembro será Amarela. Isso informa que o consumidor pagará R$1,50 a mais a cada 100KWh (quilowatt-hora) consumido.

Por que há o aumento tarifário na energia elétrica? A Aneel adota este procedimento para indicar que “a condição hidrológica está menos favorável o que determinou o acionamento de usina térmica com Custo Variável Unitário (CVU) acima de R$ 211,28”. Isso quer dizer que a fonte hídrica não está suportando a demanda energética do país – os reservatórios estão abaixo dos níveis de condição ideal, o que se faz necessário ativar as usinas térmicas.

O funcionamento das bandeiras tarifárias funcionam da seguinte forma: verde indica que os reservatórios de água estão conseguindo suprir toda a demanda do país, sem a necessidade do auxílio das usinas térmicas; a bandeira amarela mostra que os níveis de água estão baixos devido à falta de chuva e ao alto consumo energético e que foi necessária a ajuda de outras fontes de energia (geralmente a térmica) para abastecer o país; a bandeira vermelha é acionada quando os níveis dos reservatórios estão muito baixos, o que indica que é necessário uma redução imediata no consumo, pois o Custo Unitário Variável das usinas térmicas ultrapassam R$ 422,56.

Veja os valores das bandeiras:

 

Fonte: CPFL Energia

Especialistas dizem que o principal motivo para o aumento da energia foi devido aos reservatórios do nordeste estarem baixos e a previsão para o mês de dezembro que é eles cheguem à 8,3% da sua capacidade total. Outros dois motivos são devido ao aumento do envio de energia para o Paraguai e a previsão de pouca chuva para o mês de dezembro (ainda menor do que já haviam previsto anteriormente).

Esta situação mostra que o país já não suporta a demanda, o que há a necessidade de investimento em outras formas de geração de energia limpa. Um país não pode depender de apenas uma matriz energética, é necessário que haja outras fontes para que caso uma falhe, há outras que suportam essa necessidade.

Fonte: Aneel, MME, Jornal O Globo

No Comments


Leave a Reply

Your email address will not be published Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*