Projeto de compartilhamento de bicicletas públicas utilizará Energia Solar em Goiânia

Projeto de compartilhamento de bicicletas públicas utilizará Energia Solar em Goiânia

by Rafaella Prado, 09/11/2016

O atual prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, autorizou a implantação de um sistema de compartilhamento de bicicletas públicas na cidade, chamado de Projeto Mobike Gyn, como já existe em algumas capitais do país (Fortaleza, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis, entre outras). Por meio de licitação, a empresa Serttel LTDA será a responsável por essa implantação que contará, inicialmente, com 15 estações bicicletárias na região Centro-Sul da cidade. O projeto tem o patrocínio da Cooperativa de Trabalho Médico (Unimed Goiânia).

A implantação de ciclovias na capital tem aumentado significativamente o uso de bicicletas como meio de transporte, não somente como lazer. Desde 2012 já foram feitos quase 80km de trechos cicloviários interligando diversos bairros da cidade. “Com a instalação de estações de bicicletas em pontos estratégicos da Capital, a circulação de bicicletas tende a crescer ainda mais, sobretudo nas proximidades dos equipamentos públicos”, diz Paulo Garcia.

De acordo com a diretora do Conselho Técnico, da Unimed Goiânia, Raquel Costa Coelho, o projeto irá agregar mais qualidade de vida para os cidadãos goianienses: “Esse projeto não preza somente pelo incentivo à saúde, mas também pelo desenvolvimento sustentável. Esperamos que esse projeto cresça e sirva de exemplo para outras cidades da região metropolitana”.

O sistema de compartilhamento e as estações de bicicletas serão alimentados por Energia Solar. As estações serão conectadas via internet, onde através de aplicativo para smartphone a população poderá cadastrar um cartão de crédito e fazer a retirada e entrega das bicicletas nos mais diversos locais espalhados pela a cidade. O serviço terá quatro taxas de uso, R$ 4 para um dia, R$ 8 mensal, R$ 35 semestral e R$ 70 anual.

Benefícios do Projeto Mobike Gyn:

  • Meio de deslocamento saudável, sustentável e com zero emissão de gases poluentes;
  • Disponibilização de mais um meio de transporte público;
  • Simplicidade para cadastramento e utilização;
  • Utilização de celular para retirada da bicicleta;
  • Visualização do mapa com localização das estações e número de bicicletas disponíveis, em tempo real;
  • Indica a estação mais próxima para a utilização;
  • Melhores rotas de tráfego e trechos cicloviários existentes;

Os pontos que receberão as estações da Mobike Gyn são os seguintes: Praça Tamandaré, Avenida Paranaíba com a Avenida Goiás, Praça do Bandeirantes, Praça Cívica, Avenida Universitária, Bosque dos Buritis, Avenida T-7 com a Avenida Assis Chateaubriand, Praça Gilson Alves de Souza, Praça do Sol, Rua 9 com a Avenida T-55, Avenida Ricardo Paranhos, Parque Areião, Parque Vaca Brava e Avenida 85 com T-63.

Com este projeto, Goiânia demonstra que está ativa na redução de gases poluentes e buscando melhores formas de investir em sustentabilidade. Além de não poluir o meio ambiente, o projeto ainda reduz o trânsito e melhora a qualidade de vida da população.

Fonte: Prefeitura de Goiânia

No Comments


Leave a Reply

Your email address will not be published Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*